Município de Faro prepara candidatura a Cidade Capital Europeia da Cultura de 2027. Paula Teles oradora convidada

O Teatro Lethes acolhe em sessão aberta e gratuita, hoje, um debate sobre a candidatura de Faro a Capital Europeia da Cultura em 2027, pelas 21h30. Do programa de Oradores, estará presente a Presidente do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade, Eng Paula Teles.

Após o primeiro debate, com centralidade na saúde pública e na segurança, segue-se uma sessão aberta focada num futuro sustentável com especialistas que trarão métodos para “pensar coletivamente de forma mais coesa e assertiva”.

Em sinopse:

“Falemos de nós. O executivo autárquico perfilou Faro cidade candidata a Capital Europeia da Cultura, 2027. Depois do primeiro debate com centralidade na Saúde Pública e na Segurança, outros se seguirão atinentes a aspectos tais como o Urbanismo, o Turismo, o Conhecimento, os Bens Espirituais, as Comunidades Estrangeiras… Este será um espaço nosso, da COMUNIDADE, onde debateremos o nosso FUTURO auxiliados por especialistas que nos trarão pistas que nos permitirão pensarmo-nos colectivamente de forma mais coesa e assertiva.”

“Alterações Climáticas e Cidades Resilientes”

A Delegação Distrital de Braga da OERN organizou, no passado dia 03 de maio, uma sessão sobre Alterações Climáticas e Cidades Resilientes.

Esta sessão contou com a participação de José Mendes, Secretário de Estado Adjunto e da Mobilidade – Ambiente e Transição Energética, Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Joaquim Poças Martins, presidente do conselho diretivo da Ordem dos Engenheiros – Norte, António Carlos Rodrigues, Delegado distrital de Braga, Maria João Teles, coordenadora do Colégio de Engenharia do Ambiente – Norte, entre outros, para discutirem esta temática.

José Mendes apresentou publicamente o Roteiro da Neutralidade Carbónica 2050 (RN2050) e o Plano Nacional Energia Clima 2030 (PNEC230), foram também apresentados os resultados da investigação sobre cidade e território na Escola de Arquitetura da Universidade do Minho e do Sistema de Previsão e Alerta de Cheias e Inundações em Zonas Urbanas.

Este encontro enquadra-se no lançamento do programa Cidades Resilientes no âmbito do qual os órgãos de Poder Local são encorajados a implementar medidas que contribuam para o aumento da resiliência a catástrofes.

 

in Plataforma de Notícias da Ordem dos Engenheiros Região Norte

“Atualmente existem duas palavras-chave para a matéria da Mobilidade, são elas: a Descarbonização e a Humanização do Território”

No passado dia 5 de Fevereiro de 2019, Paula Teles, Presidente do ICVM (Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade) esteve presente no programa “Sociedade Civil” com Luís Castro, da RTP2.

Com a discussão sobre os combustíveis na ordem do dia, o programa teve como tema principal o “Gasóleo, gasolina ou elétrico?”, onde foram abordados subtemas como: “Será que o Diesel vai mesmo acabar e que já não compensa comprar carros a gasóleo? E o futuro será feito de carros elétricos?”.

O programa contou, também, com a presença do secretário-geral da Associação Automóvel de Portugal (ACAP), Hélder Pedro e, com o presidente da APETRO (Associação Portuguesa de Empresas Petrolíferas), António Manuel Comprido.

“Desenhar Cidades para as Pessoas” – Paula Teles esteve presente no SMART CITIES Tour em Aveiro

No passado dia 5 de fevereiro de 2019, Paula Teles, Presidente do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade (ICVM), participou do SMART CITIES Tour, em Aveiro, onde fez o enquadramento da temática Mobilidade Suave.

Segundo, Paula Teles, o atual desafio do planeamento das cidades, passa por “desenhar cada vez mais cidades para as pessoas”, com a certeza de que este “já não é o tempo dos túneis”, mas sim “o tempo das mobilidades pedonais”. “Primeiro o peão, depois a bicicleta e só depois o automóvel”, defendeu a presidente do ICVM, que fez ainda questão de alertar para a necessidade de se apostar nas ações de sensibilização e informação junto da população. (in Público).

 

“Um Bom Planeamento Da Mobilidade Pode Ser Um Colete Salva-Vidas”

Paula Teles, Presidente do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade (ICVM) foi entrevistada pela revista Smart Cities, onde abordou o tema da mobilidade sutentável.

Para a presidente do ICVM, a saúde, o bem-estar, a qualidade ambiental, a inclusão e a democratização do território, são alguns dos proveitos que se podem tirar de uma mobilidade urbana mais sustentável.  Paula Teles é conhecedora da realidade nacional e critica a falta de planeamento e as medidas avulsas que vão sendo implementadas.