Redes de Cidades e Vilas de Excelência

Apresentação

Cidades e Vilas de Excelência: Uma Rede de Trabalho para
a Ação

www.cidadesdeexcelencia.org


A sua cidade e vila gostaria de ser acessível e inclusiva, ter
mobilidade ciclável, ter dinâmicas económicas no centro
histórico, ter mais e melhor turismo e desenvolvimento
sustentável, apresentar-se a Portugal e à Europa como
Cidade ou Vila de Excelência?

Só o trabalho em rede, multidisciplinar, integrador, inclusivo e
sustentável torna, na atualidade, possível o desenvolvimento
no quadro das diminutas possibilidades financeiras.
Reduzir o risco e maximizar a rendibilidade das intervenções
tornou-se a chave para o futuro. A Europa 2020 marca um
novo e decisivo quadro comunitário onde estes temas são
âncora para o apoio financeiro próximo.
Trabalhar em Rede, desde já, são trunfos para o futuro

“Trabalhar em rede proporciona
definição de metas, a
realização de ações e permite
alcançar objetivos mais rápidos
com menores custos.”

próximo. Ousar pensar e fazer acontecer nas difíceis
circunstâncias atuais impõe encontrar novas soluções
para antigos problemas, encontrar novas plataformas
colaborativas de trabalho, novos modelos de partilha de
conhecimento prático e formas ágeis de atuar localmente.
EXCELÊNCIA é o mais elevado patamar de qualidade. Mas
EXCELÊNCIA, mais do que um ponto de chegada, é uma
atitude, um percurso, uma construção permanente.


Rede é um modo de crescer juntos, ampliar conhecimento,
partilhar vontades. Trabalhar em rede proporciona definição
de metas, a realização de ações e permite alcançar objetivos
mais rápidos com menores custos. Rede é fazer mais com
menos.
Ser reconhecido como Cidade ou Vila de Excelência é ser
reconhecido pelo mérito, pelo trabalho e pela proposta e
estímulo a nela habitar, trabalhar ou visitar.

As autarquias são o motor do desenvolvimento, os gestores
e empreendedores principais das cidades e vilas. Aos
municípios se lança este desafio de integrar a Rede de
Cidades e Vilas de Excelência com os temas do futuro
próximo, num trabalho para Portugal e para a Europa
2020, com os olhos postos na qualidade de vida dos
seus munícipes. Desafio do presente, do futuro, rumo à
EXCELÊNCIA 2020.

Apelo à participação nas Cidades e Vilas de Excelência

O Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade foi criado com
a missão de, entre outras, o desenvolvimento integrado,
harmonioso e sustentável do território e das pessoas que
nele habitam ou visitam.

Fundado em 2006, associação sem fins lucrativos, teve como
base o forte conhecimento obtido pela presidente, fundadora
e coordenadora técnica da Rede Nacional de Cidades e Vilas
com Mobilidade da qual resultou uma nova agenda política
para as cidades e vilas que foi a acessibilidade para todos.
Produto da extraordinária competência, credibilidade e
resultados práticos obtidos por esses atores de mudança,
o ICVM torna-se assim, mais do que uma plataforma
colaborativa, um lugar de máximo denominador comum para
os processos de desenvolvimento que tornem as cidades e
vilas mais acessíveis, mais amigáveis, mais regeneradas, com
maior empregabilidade e desenvolvimento económico.
O ICVM apela assim à V/ participação efetiva no desafio,
responsável, credível, partilhado e democrático que

agora lançamos às principais entidades que, no estado
democrático, mais contribuíram para o desenvolvimento de
Portugal: os municípios.
É deste modo, no presente, que procuramos antecipar o
futuro da retoma, do crescimento e do desenvolvimento, com
todos, na partilha do conhecimento e na execução de ações
de baixo custo mas de máximo rendimento. Bem hajam, até
breve.

O Regulamento

Ser Cidade ou Vila de Excelência




Como ser membro da Rede de Cidades e Vilas de Excelência?


Podem ser membros todos os municípios que declarem a sua adesão. Deverão destacar uma rótula técnica para efeitos de concretização, coordenação e acompanhamento de tarefas, em particular do Plano de Ação Local. Para ser membro da RCVE, o município deve remeter uma declaração de interesse ao ICVM e a Ficha de Adesão preenchida corretamente. A admissão de adesões é contínua.




O ICVM é uma entidade Certificada ao nível da formação?

Sim. O ICVM já promoveu, inclusive, mais de 500 ações de formação/sensibilização a nível nacional, quer para entidades públicas como privadas. Em política de formação o ICVM pretende sensibilizar, informar e formar técnicos e cidadãos sobre a necessidade de territórios sociais de mobilidade, de acordo com as orientações políticas definidas a nível nacional e europeu, promovendo uma nova cultura de mobilidade, um planeamento urbano sustentável e a construção de vilas e cidades inclusivas e de excelência.



Ser Cidade ou Vila de Excelência




Como ser membro da Rede de Cidades e Vilas de Excelência?


Podem ser membros todos os municípios que declarem a sua adesão. Deverão destacar uma rótula técnica para efeitos de concretização, coordenação e acompanhamento de tarefas, em particular do Plano de Ação Local. Para ser membro da RCVE, o município deve remeter uma declaração de interesse ao ICVM e a Ficha de Adesão preenchida corretamente. A admissão de adesões é contínua.




O ICVM é uma entidade Certificada ao nível da formação?

Sim. O ICVM já promoveu, inclusive, mais de 500 ações de formação/sensibilização a nível nacional, quer para entidades públicas como privadas. Em política de formação o ICVM pretende sensibilizar, informar e formar técnicos e cidadãos sobre a necessidade de territórios sociais de mobilidade, de acordo com as orientações políticas definidas a nível nacional e europeu, promovendo uma nova cultura de mobilidade, um planeamento urbano sustentável e a construção de vilas e cidades inclusivas e de excelência.



Direitos e Deveres das Cidades e Vilas de Excelência




Como ser membro da Rede de Cidades e Vilas de Excelência?


Podem ser membros todos os municípios que declarem a sua adesão. Deverão destacar uma rótula técnica para efeitos de concretização, coordenação e acompanhamento de tarefas, em particular do Plano de Ação Local. Para ser membro da RCVE, o município deve remeter uma declaração de interesse ao ICVM e a Ficha de Adesão preenchida corretamente. A admissão de adesões é contínua.




O ICVM é uma entidade Certificada ao nível da formação?

Sim. O ICVM já promoveu, inclusive, mais de 500 ações de formação/sensibilização a nível nacional, quer para entidades públicas como privadas. Em política de formação o ICVM pretende sensibilizar, informar e formar técnicos e cidadãos sobre a necessidade de territórios sociais de mobilidade, de acordo com as orientações políticas definidas a nível nacional e europeu, promovendo uma nova cultura de mobilidade, um planeamento urbano sustentável e a construção de vilas e cidades inclusivas e de excelência.



Candidaturas PT2020

Planos de igualdade e não discriminação

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor
incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis
nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Saber mais ↗

Lorem Ipsum

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor
incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis
nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Saber mais ↗

Lorem Ipsum

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor
incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis
nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Saber mais ↗

Lorem Ipsum

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor
incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis
nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Saber mais ↗

Lorem Ipsum

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor
incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis
nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Saber mais ↗

Formação

Mobilidade e Acessibilidade

Em política de formação o ICVM pretende sensibilizar,
informar e formar técnicos e cidadãos sobre a
necessidade de territórios sociais de mobilidade, de
acordo com as orientações políticas definidas a nível
nacional e europeu, promovendo uma nova cultura de
mobilidade, um planeamento urbano sustentável e a
construção de vilas e cidades inclusivas e de excelência.


Consultar Regulamento ↗

Introdução

Officid itisci officitas maximus et lab ilibusa dit, simenis
etur aligenest et que voluptatem volesti oreiur reste
magnam quo dem adi quatios ex elessit, offic te qui te
cus quod eiumquid maximin conetus es dolore, solorenia
conet quam rehenim posapercia ilia vit libusanti
volendus nos cus evelesci ium quam ducit, sa sunt
magnis et eturesci officia pora debis dit, sum, explaut
hillore rchicipsum il in nestior rovidunt invent doluptam
aliae cum ex ea veliam audae re net faccatquo ea sequi
velesti beatemo id que porrum facestrum.

Objectivos e Desafios

Officid itisci officitas maximus et lab ilibusa dit, simenis
etur aligenest et que voluptatem volesti oreiur reste
magnam quo dem adi quatios ex elessit, offic te qui te
cus quod eiumquid maximin conetus es dolore, solorenia
conet quam rehenim posapercia ilia vit libusanti
volendus nos cus evelesci ium quam ducit, sa sunt
magnis et eturesci officia pora debis dit, sum, explaut
hillore rchicipsum il in nestior rovidunt invent doluptam
aliae cum ex ea veliam audae re net faccatquo ea sequi
velesti beatemo id que porrum facestrum.

Programa




Introdução / Conceitos


• O conceito de Acessibilidade e Mobilidade para Todos
• O Design Inclusivo
• As Barreiras – tipologias e problemas
• Boas práticas




Diferença entre Legislações


Sim. O ICVM já promoveu, inclusive, mais de 500 ações de formação/sensibilização a nível nacional, quer para entidades públicas como privadas. Em política de formação o ICVM pretende sensibilizar, informar e formar técnicos e cidadãos sobre a necessidade de territórios sociais de mobilidade, de acordo com as orientações políticas definidas a nível nacional e europeu, promovendo uma nova cultura de mobilidade, um planeamento urbano sustentável e a construção de vilas e cidades inclusivas e de excelência.




O Guia da Acessibilidade e Mobilidade para Todos


Sim. O ICVM já promoveu, inclusive, mais de 500 ações de formação/sensibilização a nível nacional, quer para entidades públicas como privadas. Em política de formação o ICVM pretende sensibilizar, informar e formar técnicos e cidadãos sobre a necessidade de territórios sociais de mobilidade, de acordo com as orientações políticas definidas a nível nacional e europeu, promovendo uma nova cultura de mobilidade, um planeamento urbano sustentável e a construção de vilas e cidades inclusivas e de excelência.




Descodificação das Normas Técnicas apresentadas no DL no 163/2006


Sim. O ICVM já promoveu, inclusive, mais de 500 ações de formação/sensibilização a nível nacional, quer para entidades públicas como privadas. Em política de formação o ICVM pretende sensibilizar, informar e formar técnicos e cidadãos sobre a necessidade de territórios sociais de mobilidade, de acordo com as orientações políticas definidas a nível nacional e europeu, promovendo uma nova cultura de mobilidade, um planeamento urbano sustentável e a construção de vilas e cidades inclusivas e de excelência.




Os “Planos de Acessibilidade”


Sim. O ICVM já promoveu, inclusive, mais de 500 ações de formação/sensibilização a nível nacional, quer para entidades públicas como privadas. Em política de formação o ICVM pretende sensibilizar, informar e formar técnicos e cidadãos sobre a necessidade de territórios sociais de mobilidade, de acordo com as orientações políticas definidas a nível nacional e europeu, promovendo uma nova cultura de mobilidade, um planeamento urbano sustentável e a construção de vilas e cidades inclusivas e de excelência.




Casos Práticos


Sim. O ICVM já promoveu, inclusive, mais de 500 ações de formação/sensibilização a nível nacional, quer para entidades públicas como privadas. Em política de formação o ICVM pretende sensibilizar, informar e formar técnicos e cidadãos sobre a necessidade de territórios sociais de mobilidade, de acordo com as orientações políticas definidas a nível nacional e europeu, promovendo uma nova cultura de mobilidade, um planeamento urbano sustentável e a construção de vilas e cidades inclusivas e de excelência.



Meios Pedagógicos

  • Apresentações multimédia
  • Guia em formato digital
  • Certificado no final do curso

Destinatários

Técnicos e Projectistas que interferem no espaço
público e no edificado, designadamente, autarcas,
técnicos autárquicos, arquitectos, engenheiros,
planeadores e urbanistas, empresas de construção e
gabinetes locais.


Agentes que interferem no planeamento urbano, na
Edificabilidade, no Projecto e Obra, no Licenciamento da
Gestão Urbanistica e na Fiscalização.

Acções Realizadas




Entidades


• Leiria
• Viseu
• Guimarães
• Vila Real de Sto. António
• Ponte da Barca
• Maia
• Penafiel
• Portimão
• Coimbra
• Mon. Românico
• Palmela
• Barcelos