A Rede de Cidades e Vilas de Excelência associou-se com o maior orgulho ao projeto “Acessibilidade Sem Fronteiras”, no qual a Engª Paula Teles, presidente do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade, abordou a temática “Cidades sem Fronteiras, Cidades sem barreiras – Como desenhar”.

Eleito no Orçamento Participativo Transfronteiriço (OPT) 2017 Cerveira/Tomiño, o projeto “Acessibilidade Sem Fronteiras” propôs três dias de consciencialização social para a exclusão por incapacidade física/intelectual. Ações destas fomentam território mais justos e inclusivos.

Ações destas fazer de Vila Nova de Cerveira, um território de Excelência.